MPS Post 2: Primeiro Dia do Treinamento MPS.BR

Fala galera,

 hoje foi iniciado o curso do programa de melhoria MPS.BR. O instrutor é o professor Odisnei Galarraga, coordenador da área “Introdução” desse modelo (membro do ETM, Equipe Técnica do Modelo).

O curso está bastante motivante e estou começando a me interessar a aprofundar meus estudos nesse modelo.

Vimos os seguintes assuntos:

Motivação para concepção do modelo MPS: esse modelo, como falei anteriormente, foi criado com o intuito de tornar as micro, pequenas e médias empresas desenvolvedoras de software mais competitivas no mercado nacional e internacional. O principal objetivo desse programa é fornecer, a essas empresas, resultados no curto prazo e a um custo mais acessível, dando condições para que elas possam implantar um processo de melhoria da qualidade e serem avaliadas em níveis de maturidade. Esse programa mobilizador para melhoria de processo de software brasileiro está em desenvolvimento desde dezembro de 2003.

Organização do Programa MPS.BR (times ETM e FCC): o time ETM (Equipe Técnica do Modelo) é responsável pela definição e aprimoramento dos guias e documentos, além de ser responsável pelo programa anual de treinamento, composto de cursos, workshops e provas. O FCC (Fórum de Credenciamento e Controle) é fomado por representantes da indústria, academia e governo, e é responsável pelas decisões de credenciamento e descredenciamento de instituições implementadoras e instituições avaliadoras do modelo.

– Estrutura do Modelo (guias e modelos): o modelo é formado pelo Modelo de Referência (MR-MPS), que possui um Guia Geral e Guia de Aquisição; o Método de Avaliação (MA-MPS), formado pelo Guia de Avaliação; e o Modelo de Negócio (MN-MPS). O MR-MPS é baseado nos processos e níveis de capacidade das normas ISO/IEC 12207, ISO/IEC 15504 e CMMI. O MA-MPS é baseado no ISO/IEC 15504 e CMMI.

O Modelo de Referência MR-MPS: esse documento descreve o modelo de referência (com seus níveis de maturidade, processos, atributos de processos e resultados), além de dar uma visão geral sobre os demais guias que apóiam os processos de avaliação e aquisição.

Processos do nível de maturidade G e F: esses são os dois primeiros níveis de maturidade. O nível G (Parcialmente Gerenciado) é composto pelos processos “Gerência de Projeto” e “Gerência de Requisitos”. O nível F (Gerenciado) contempla os processos de “Medição”, “Gerência de Configuração”, “Aquisição” e “Garantia da Qualidade”. Fazendo um paralelo, esses dois níveis correspondem ao nível 2 de maturidade do CMMI (coloquei uma figura da relação entre os níveis de maturidade esses modelos no site http://blogs.vstsrocks.com.br/alercio).

 Amanhã, iremos ver os outros níveis (E, D, C, B e A), daremos uma olhada no Método de Avaliação (MA-MPS), no Guia de Aquisição, no Modelo de Negócio (MN-MPS) e será encerrado com o assunto relacionado a capacitação e provas do modelo.

 Tivemos apenas 1h de almoço e o curso foi finalizado hoje às 15:30h, excepcionalmente, por causa do jogo do Brasil. Ao final, voltei pro hotel (quase não conseguimos transporte, pois a cidade parou… hehehehe) e assisti ao jogo do Brasil. Mesmo ganhando, a seleção deixou a desejar! Mas continuamos na torcida🙂

 Bom, abaixo seguem algumas fotos do dia por aqui…

 Abraços,

Alércio Bressano

 

 

Um belo café da manhã para iniciar o dia…

 

Prof. Odisnei iniciando o curso

 

 

Material do treinamento oficial MPS.BR e pastinha do Congresso

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: