Resultados da Palestra “Desmistificando Agile e SCRUM” no FLISOL 2009

No último mês de Abril, em Aracaju, ocorreu o FLISOL 2009 (Festival Latino-Americano de Instalação de Software Livre). Uma palestra que me chamou a atenção foi a que falava sobre metodologias ágeis. Tive a oportunidade de assistí-la e o palestrante convidado foi Juan Bernabó, da Teamware do Brasil, especialista em desenvolvimento ágil de software.
Seguem alguns registros e reflexões que fiz ao longo da apresentação:
– definir escopo, assinar e transferir/compartilhar responsabilidades é ruim? Único objetivo: administrar prazo
– SCRUM -> gestao
   XP -> engenharia
  LEAN -> engenharia + mudanca organizacional
– Lean Thinking / Pensamento Enxuto
– Filosofia ágil:
   * Indivíduos e Interações / Processos e Ferramentas
   * Software Funcional / Documentação
   * Colaboração com Cliente / Negociações
   * Responder a mudanças / Seguir um plano
– Reuniões diárias com todas as equipes (parece ser menos produtivo, mas prioriza interações)
   * ir no posto de trabalho de cada um (Matinal DEV)
   * O que você vai entregar na sexta (produto pronto)? Uso de cartões
– Técnicas Ageis / Scrum
   * contrato mensal (entregar produtos em quatro semanas e área de negócio deve priorizar)
          * não posso ter plano fixo de 12 meses / planejamento estratégico. Alinhar com gestores (exemplo das entregas)
– Como fazer as equipes colaborarem entre si? Analogia com exemplo das salas (trabalho em equipe).
– Just in time: retirar tempo das tarefas que não agregam valor e envolver toda a equipe
– SCRUM – inspirado no Rugby (grupo unido avançando ao invés do revezamento – passagem de bastões)
   * entregar 20% dos requisitos com 80% de valor para o cliente
(desafio -> como descobrir esses 20% o mais rápido possível) – Takeuchi e Nonaka
– Backlog nos cartões
– Processos Prescritivos x Processos Empíricos (em 2 semanas,  o que é feito?)
– Ciclo PDCA (uso efetivo no Scrum)
P – Sprint Planning (o que, como)
D – Sprint 2 semanas (daily meeting)
C – Sprint Review
A – Sprint Retrospective
– Desenvolvimento sequencial x simultâneo (geração de generalistas / especialistas)
– Primeiro Workshop 2 dias (montagem escopo)
– Segundo Workshop  (estimar pontuação)

Observações/Questionamentos:
– como se controla entrega/prazo se as mudanças ocorrem e não se sabe o que foi combinado?
– Custo/Tempo/Escopo é meio. O objetivo é atender o cliente.
– No exemplo da sala, como obter os benefícios, considerando que as salas são diferentes (exemplo de software)?
– Just in time nao é um cascata pequeno?

Minha conclusão: o Scrum e a filosofia Ágil trazem diversas formas diferentes de administrar um projeto, ou seja, a filosofia muda no momento de administrar a tripla restrição (recurso, tempo, escopo). A que mais me chamou a atenção é constantemente avaliar escopo e prazo de entrega, fazendo com que o mais importante seja entregue logo. Ou seja, dentro do tempo disponível, mesmo com as mudanças, analisar os itens de escopo que possuem mais valor agregado e entregá-los da maneira solicitada pelo cliente, mesmo que evolua e se altere ao longo do desenvolvimento. Em outras palavras, tudo converge para administrar sempre as expectativas e a satisfação do cliente e demais stakeholders em relação ao que será entregue no tempo disponível.

Por Alercio Bressano

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: